O Que é um Sistema de Puxar? Detalhes e Benefícios

O sistema de puxar é um princípio de fabricação Lean criado para reduzir o desperdício no processo de produção. Este tipo de sistema oferece várias vantagens como a otimização de recursos, aumento da eficiência de fluxo e...

Introduction

Imagine que você está indo para a estação de metrô e ao tentar passar pela catraca, percebe que seu cartão de viagem está vazio. O que você faz?

Certamente você irá até a bilheteria para recarregar o cartão. Ao fazer isso, você já faz parte de um sistema de puxar, com base em um certo sinal.

Em outras palavras, um sistema de puxar permite que você consuma somente quando houver uma demanda, no momento certo.

À parte da sua viagem ao metrô, vamos explorar mais sobre os sistemas de puxar e sua aplicação.

O que é um Sistema de Puxar?

Um sistema de puxar é uma técnica Lean para a redução de desperdício de qualquer processo de produção. A aplicação de um Sistema de puxar permite que você comece novo trabalho somente quando há uma demanda. Isto dá a oportunidade de reduzir a sobrecarga e otimizar os custos de armazenagem.

Por Que Puxar é Melhor que Empurrar?

Sistemas de puxar fazem parte dos princípios de produção Lean, nascidos no final da década de 40. Um sistema de puxar lean propõe a criação de um fluxo de trabalho onde o trabalho é puxado somente se há uma demanda para ele.

Essencialmente, o propósito da implementação do sistema de puxar é construir produtos com base em uma demanda real e não previsões. Ao fazer isso, sua empresa pode focar na eliminação de atividades de desperdício no processo de produção. Como resultado, você será capaz de otimizar seus recursos e reduzir a possibilidade de estoques excessivos.

Além disso, a aplicação de um sistema de puxar permitirá que você entregue o trabalho just in time.

“Just-in-time” é um modelo de produção onde os entregáveis são produzidos para suprir uma demanda real e evitar excessos de estoque e estratégias de empurrar.

Qual uma estratégia de empurrar é aplicada, a produção da empresa é baseada em uma demanda antecipada, que pode falhar na previsão da demanda real. Tal desequilíbrio para gerar custos financeiros inesperados.

No trabalho de conhecimento, o conceito “just-in-time” pode ser aplicado da mesma maneira que em produção – um item de trabalho deve estar em progresso somente quando há uma demanda para ele.

É o oposto do “Just in Case”, onde empresas tentar se garantir ao produzir em excesso, caso haja uma demanda maior no futuro.

A Apple é um dos maiores exemplos de como um sistema de puxar pode ser bem-sucedido. Você já viu as grandes filas de espera na frente das lojas da Apple durante o último lançamento do iPhone?

A Apple sempre cria comoção em torno de seus novos produtos e os consumidores estão sempre prontos para comprar. Eles querem puxar o produto das lojas.

A Apple não estoca suas lojas e parceiros de vendas em excesso. Eles esperam para ver se há uma demanda para mais e se ele aumenta, eles produzem mais. Desta maneira, a empresa otimiza seus recursos e atinge uma alta eficiência de custo.

Pull system

Como Gerenciar um Sistema de Puxar?

Hoje em dia, o conceito do sistema de puxar é amplamente disseminado em várias indústrias. Os profissionais usam não só na produção, mas também no desenvolvimento de software, suporte ao consumidor e mais.

No contexto do gerenciamento do fluxo de trabalho, um sistema de puxar permite que os funcionários puxem sua próxima tarefa se tiverem a capacidade para começar a trabalhar nela. Isto pode ajudá-lo a priorizar melhor as tarefas e evitar que times se sobrecarreguem. Ao fazer isto, seu time podem permanecer focado na execução do trabalho mais importante just-in-time.

Para atingir altos níveis de produtividade e eficiência do fluxo de trabalho ao usar um sistema de puxar, você precisa:

Aplicar sinais de puxar

Primeiro, você precisa estabelecer sinais de puxar. A melhor maneira de fazer isto, é construindo um fluxo de trabalho visual, onde todas as informações valiosas podem ser gravadas e acompanhadas. Este primeiro passo irá ajudá-lo a obter uma visão geral do seu processo de trabalho e reconhecer todos os sinais importantes.

Controlar o sistema

Depois de construir um sistema de puxar visual, você precisa saber como controla-lo. Uma das maneiras mais comuns de gerenciar efetivamente seu sistema de puxar é a limitação do trabalho em progresso (WIP). Esta é uma das práticas centrais do método Kanban, que é um sistema de puxar reconhecido.

Simple Kanban Board

Por exemplo, em um quadro Kanban, seu fluxo de trabalho é dividido em estágios diferentes como Pronto para começar, Em progresso, Esperando por revisão, Pronto para entrega, etc. Ao limitar o trabalho que pode estar em progresso em cada estágio, você será capaz de criar um fluxo de trabalho suave e identificar partes problemáticas.

Isto pode levá-lo a acreditar, erradamente, que ao criar um modelo de tarefa única, seu time não usará toda a sua capacidade.

Ao contrário da crença comum de que a multitarefa ajuda a terminar mais trabalhos, a limitação do seu WIP irá permitir que os membros do seu time foquem em uma tarefa até a sua conclusão.

Ao estarem focados, seu time será capaz de alcançar excelência através do fluxo e entregar o trabalho de maneira muito mais rápida.

No entanto, a limitação do trabalho em progresso não será suficiente para construir um sistema de puxar sustentável. Você também precisará limitar o tempo que um item pode gatar no seu sistema.

Este limite pode variar, dependendo do tamanho de uma tarefa e servirá como um requisito. Se você esquecer disso, algumas tarefas podem passar um grande período de tempo em progresso e reduzir a eficiência do fluxo.

Vantagens de Usar um Sistema de Puxar

Diferente dos sistemas de empurrar, que forçam os membros do time a trabalharem em várias tarefas, um sistema de puxar permite que os membros do time foquem em uma tarefa por vez. Esta abordagem permite que uma unidade de trabalho:

  • Adapte-se rapidamente a mudanças que possam ocorrer no processo de trabalho
  • Escalar a capacidade ótima do seu time
  • Entregar itens de trabalho mais rapidamente
  • Reduzir o desperdício de recursos
  • Aumentar a produtividade
  • Melhorar a eficiência de fluxo

Na verdade, ao usar os princípios de puxar, você pode se tornar mais previsível quando estiver planejando o trabalho futuro. Como isso é possível?

Sistemas de puxar permitem que você colete dados históricos sobre seu fluxo de trabalho e o tempo de ciclo médio das tarefas.

O uso destes dados, em conjunto com diferentes técnicas de previsão como a simulação Monte Carlo, fornecerá uma previsão provável de quanto trabalho pode ser processado em um período de tempo predefinido.

Resumindo

A implementação de um sistema de puxar é uma maneira efetiva de otimizar recursos em um processo de produção. Ao aplicar tal sistema, você será capaz de:

  • Eliminar atividades que geram desperdício
  • Otimizar a eficiência de custo
  • Suprir a demanda real
  • Aumentar a produtividade e eficiência de fluxo

A seguir