Histograma da Taxa de Transferência na Gestão de Projeto Lean

Você está tendo dificuldades na análise de produtividade? As métricas Lean para a gestão de projetos Lean fornecerão uma visão concisa. Comece com o Histograma da Taxa de Transferência

Introdução

A taxa de transferência do seu time é um importante indicador na gestão de projetos Lean, mostrando se o seu processo é produtivo, ou não. Embora o número de ferramentas de análise que medem essa métrica aumenta a cada dia, dificilmente há uma maneira mais simples de visualizar a taxa de transferência do que através do histograma.

Histograma da Taxa de Transferência na Gestão de Projetos Lean

Histograma é o método preferido de gerentes de projeto para a visualização de dados. Seu maior benefício é a habilidade de visualizar o formato dos seus dados e provar que ele está, ou não, uniformemente distribuído. Com a ajuda de histogramas, você pode monitorar informações básicas sobre o conjunto de dados, tais como a distribuição geral das tarefas que estão sendo exibidas.

A taxa de transferência é uma das métricas Lean mais importantes. Portanto, sua melhoria é um dos principais objetivos para os líderes que praticam a gestão de projetos Lean. Por definição, a taxa de transferência é o número de itens que passam por um sistema ou processo. Junto com o WIP (trabalho em progresso) e o tempo de ciclo, constitui a Lei de Little que descreve a previsibilidade do movimento dentro de uma fila. A lei é geralmente declarada como:

Taxa de Transferência = WIP dividido pelo tempo de ciclo.

Também é uma boa fórmula para quando você precisa determinar seus limites de WIP.

O que é um Histograma da Taxa de Transferência?

Em poucas palavras, o histograma busca representar visualmente a produtividade do seu time no passado. Ele é medido pelo número de tarefas que foram finalizadas a cada dia e quanto tempo foi necessário.

ActionableAgile ™ throughput histogram in Kanbanize analytics module

O eixo vertical mostra o número de dias que tiveram uma certa taxa de transferência. O eixo horizontal representa a taxa de transferência real, ou o número de itens de trabalho concluídos. Cada coluna contém o número de dias que tiveram a mesma taxa de transferência. A altura das diferentes colunas depende do número de dias que se encaixam na devida categoria.

Histogramas da Taxa de Transferência permitem que você:

  • Aplique filtros
  • Escolha períodos
  • Exclua dados diferentes, como prioridade, responsável, cor do cartão, etc.

Como aproveitar ao máximo seu módulo de análise?

A gestão de projetos Lean aplica o ciclo construir-medir-aprender, onde a análise possui um papel fundamental. É por isso que todos os gerentes precisam estar cientes das métricas Lean e coletar constantemente os dados de seus indicadores de sucesso. Ser capaz de comparar resultados com períodos anteriores é um conhecimento valioso e poderia ter uma função crucial a nível estratégico.

O histograma da taxa de transferência é fácil de entender e simples de apresentar às partes interessadas. Com a ajuda dos filtros, você pode visualizar precisamente o que você deseja examinar e ser bastante específico quando estiver monitorando, acompanhando e compartilhando-o. Para obter uma visão geral do seu processo, monitore os histogramas da taxa de transferência, junto com os histogramas de tempo de ciclo e os gráficos de taxa de transferência.

Resumindo

O Histograma da Taxa de Transferência é uma das ferramentas analíticas mais úteis que você precisará para acompanhar suas métricas Lean.

  • Ele fornece a visualização da distribuição de dados da taxa de transferência
  • Histogramas da taxa de transferência ajudam a identificar problemas de eficiência e produtividade
  • O acompanhamento da taxa de transferência permitirá que você mantenha um fluxo de trabalho estável.

A seguir

Passo 3

Agrupamento de Bloqueadores para o Melhoramento de Processos

Back to Previous Article
Passo 5

Histograma de Tempo de Ciclo para a Gestão Lean

Continue to Next Article