O que é Gestão Lean? Definição & Benefícios

A gestão Lean se tornou uma ferramenta de gestão universal para a entrega de valor e a otimização de processos de trabalho. Aprenda mais sobre a gestão Lean e seus benefícios.

Introduction

Você provavelmente ouviu falar sobre o conceito da gestão Lean e sua crescente popularidade no mundo dos negócios. Mas não se preocupe se você não a conhece. Nos próximos parágrafos, você irá se familiarizar o Lean.

Na verdade, não é de se surpreender que a gestão Lean esteja espelhada em vários setores. Graças aos seus valores centrais e impacto positivo no desempenho geral de empresas, o conceito Lean aparenta ser uma ferramenta de gestão universal.

Você pode aplicar o conceito de Lean em qualquer negócio ou processo de produção, desde fabricação até marketing e desenvolvimento de software.

A metodologia Lean conta com 3 ideias simples:

  1. entregar valor do ponto de vista do seu consumidor
  2. eliminar desperdícios (coisas que não agregam valor ao produto final)
  3. melhoria contínua

Então, agora que você conhece a ideia central, vamos ir mais a fundo para conhecer os princípios básicos da gestão Lean e sua origem.

O que é Gestão Lean e Qual é Sua Origem?

Antes de começar com os princípios básicos de Lean, você precisa perceber que a metodologia Lean foca na melhoria contínua de processos de trabalho, propósitos e pessoas.

Em vez de tentar manter o controle total dos processos de trabalho e ficar sob o holofote, a gestão Lean encoraja a responsabilidade e liderança compartilhadas.

Por isso, os dois principais pilares da metodologia Lean são:

  • Respeito pelas pessoas
  • Melhoria contínuas
lean pillars

Afinal, uma boa ideia ou iniciativa pode nascer de qualquer nível da hierarquia e o Lean confia nas pessoas que estão fazendo o trabalho para dizerem como deve ser feito.

Atualemente, a gestão Lean é um conceito que foi amplamente adotado em várias indústrias. No entanto, foi, na verdade, derivado do Sistema Toyota de Produção, estabelecido por volta de 70 anos atrás.

No final da década de 40, quando Toyota criou as fundações da produção Lean, eles buscavam reduzir processos que não agregava, valor ao produto final.

Ao fazer isto, eles conseguir atingir melhorias significantes em produtividade, eficiência, tempo de ciclo e eficiência de custo.

Graças a este impacto notável, o pensamento Lean se espalhou por muitas indústrias e evoluiu para 5 princípios básicos da gestão Lean, como é descrito pelo Instituto de Gestão Lean.

Não se engane, a gestão Lean não foi criada em um único momento. Ela ainda evolui gradualmente, graças a várias observações e o desejo das pessoas pela melhoria contínua.

Então, vamos falar sobre os princípios básicos da gestão Lean.

Os 5 Princípios Básicos do Lean

principles-lean-management
  1. Identificação de Valor

  2. O que toda empresa tem como objetivo? Oferecer um serviço/produto que o cliente está pronto para comprar. Para isso, a empresa precisa adicionar valor, definido pelas necessidades do consumidor.

    O valor está no problema que você está tentando resolver para o cliente. Mais especificamente, na parte da solução que seu cliente está ativamente disposto a pagar. Qualquer outra atividade ou processo, que não traz valor para o produto, é considerado desperdício.

    Então, você precisa primeiro identificar o valor que deseja entregas e depois seguir para o próximo passo.

  3. Mapeamento da Cadeia de Valor

  4. Este é o ponto onde você, literalmente, precisa mapear o fluxo de trabalho da sua empresa. Ele deve incluir todas as ações e pessoas envolvidas no processo de entrega do produto final ao consumidor. Ao fazer isto, você será capaz de identifica quais partes do processar agregam valor.

    A aplicação do princípio Lean de mapeamento da cadeia de valor mostrará onde o valor está sendo gerado e em qual proporção, diferentes partes do processo, geram, ou não, valor.

    Quando você tiver mapeado sua cadeia de valor, será muito mais fácil para você ver quais processos pertencem a quais times e quem é o responsável por medir, avaliar e melhorar esses processos. Esta visão geral permitirá que você detecte os passos que não trazem valor e os elimine.

  5. Criação de Fluxo de Trabalho Contínuo

  6. Depois de dominar sua cadeia de valor, você precisa se certificar de que o fluxo de trabalho de cada time seja suave. Tenha em mente que isto pode demorar para acontecer.

    O desenvolvimento de um produto/serviço, frequentemente, exigirá um trabalho em conjunto de vários times. Gargalos e interrupções podem aparecer a qualquer momento. No entanto, ao dividir o trabalho em partes menores e visualizar o fluxo de trabalho, você será capaz de detectar facilmente e remover os bloqueios no processo.

  7. Criação de Sistema de Puxar

  8. Ter um fluxo de trabalho estável é uma garantia de que seus times podem entregar tarefas de trabalho mais rápido e com menos esforços. No entanto, para contar com um fluxo de trabalho estável, você precisa criar um sistema de puxar.

    Em tal sistema, o trabalho é puxado somente quando há uma demanda para ele. Isto permite que você otimize a capacidade dos recursos e entregue produtos/serviços somente se houver uma necessidade para isso.

    Vamos tomar um restaurante como exemplo. Você vai até lá e pede uma pizza. O pizzaiolo pega (puxa) seu pedido e começa a fazer sua pizza. Ele não prepara vários pratos com antecedência, porque ele não sabe qual é a demanda real e esses pratos podem acabar se tornando um desperdício de recursos.

  9. Melhoria Contínua

Depois de passar por todos os passos anteriores, você já construiu um sistema de gestão Lean. No entanto, não se esqueça de prestar atenção a este último passo, provavelmente o mais importante.

Lembre-se de que o seu sistema não é isolado e estático. Problemas podem ocorrer em qualquer um dos passos anteriores. É por isso que você precisa se certificar de que os funcionários em todos os níveis estão envolvidos na melhoria contínua do processo.

Há técnicas diferentes para encorajar a melhoria contínua. Por exemplo, cada time pode ter uma reunião diário para discutir o que deve ser feito, o que precisa ser feito e os possíveis obstáculos. Uma maneira fácil para melhorias de processo diárias.
kanban PM book

Benefícios da Gestão Lean

A popularidade crescente dos princípios Lean vem do fato de que eles focam, de fato, na melhoria de cada aspecto de um processo de trabalho e envolvem todos os níveis de hierarquia de uma empresa.

Há algumas grandes vantagens que podem beneficiar os gerentes.

  • Foco. Ao aplicar o Lean, você será capaz de reduzir atividades que geram desperdício. Portanto, seu trabalho será forçado a ser focado em atividades que agregam valor.
  • Melhoria na produtividade & eficiência. Quando o funcionários estão focados na entrega de valor, eles serão mais produtivos e eficientes, porque não serão distraídos com tarefas que não são claras.
  • Processo mais inteligente (sistema de puxar). Ao estabelecer um sistema de puxar, você será capaz de entregar trabalho somente quando houver uma demanda real. O que nos leva ao próximo benefício.
  • Melhor uso de recursos.Quando sua produção é baseada na demanda real, você será capaz de usar somente os recursos conforme for necessário.

Como resultado, sua empresa (time) será muito mais flexível e será capaz de responder mais rapidamente aos pedidos dos consumidores. No final, os princípios de gestão Lean permitirão que você crie um sistema de produção estável com uma alta chance de melhoria geral de desempenho.

Resumindo

A gestão Lean funciona mais como um guia para a construção de uma organização estável que evolui constantemente e ajuda a identificar problemas atuais e removê-los.

  • O propósito principal da gestão Lean é criar valor para o consumidor ao otimizar os recursos.
  • Os princípios da gestão Lean buscam criar um fluxo de trabalho estável com base na demanda real dos consumidores.
  • A melhoria continua é uma grande parte da gestão Lean, garantindo que todo funcionário esteja envolvido no processo de melhoria.

A seguir